Textos

O calcanhar de Aquiles e o ponto forte do amor são, a um só tempo, a completa ausência de garantia.
E é precisamente nesse sentido que a sensação de amar deve ser bem próxima a de morrer: ama-se e morre-se sem saber, a priori, como será, o que acontecerá, nem tão quanto que dor e alegria dever-se-á suportar [1].
Que mistério é amar.



[1] inspirado em Zigmunt Bauman (Amor líquido).

 
Jonas Sales
Enviado por Jonas Sales em 12/02/2020
Alterado em 12/02/2020


Comentários