Textos


Ainda menino de de idade,
quando resolvi estudar para valer,
na minha cabeça não tinha um propósito,
não tinha razão de ser.

De pais analfabetos,
tios, avós, e até vizinhos,
sabia que seria difícil,
mas trilharia meus caminhos.

Ao longo desta jornada,
que exige disciplina e paixão no proceder,
descobri que não poderia ser tudo,
pois Deus sonhou, registrou
e disse qual cargo eu haveria de ter.

Em assim sendo,
e eu ainda me sentindo menino,
“não brigo com o destino,
o que ele pintar eu assino”*.
Não serei, de sonhos, um assassino.
Jonas Sales
Enviado por Jonas Sales em 29/11/2019


Comentários